sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Sou cristão!

Um aviso ao meus amigos (aos novos e a alguns mais antigos):

Sou cristão. Livre, pensante, que me nego a uma obediência cega a dogmas ou a normas que visem apenas à preservação da instituição. Mas, sou cristão!

+ Sou a favor do amor. Do amor incondicional. Por isso, sou a favor do direito à união legal entre quaisquer pessoas adultas, independentemente do seu sexo e do número de pessoas envolvidas nessa união;
+ Sou a favor da família e de que toda criança deve ter uma. Por isso, sou a favor de que toda criança órfã ou abandonada tenha a oportunidade de ser adotada. Por qualquer família que esteja disposta a amá-la e a ajudar em sua formação, independentemente de essa família ser mono ou poliparental, hetero ou homoafetiva, mono ou poligâmica;
+ Sou humano e, por isso, um ser político. E também religioso. Por isso, sou a favor da mais ampla liberdade de cultos (desde que não preguem a intolerância e o ódio). E também do direito a não praticar qualquer culto. Mas também sou a favor de que toda pessoa ou grupo possa se manifestar politicamente, em seu nome ou no de sua religião, sobre todo e qualquer assunto;
+ Pela mesma razão, sou a favor do estado laico, mas não de um estado ateu;
+ Sou a favor da vida. Da vida digna. Mas da vida de todos. Desde a fecundação. Por isso, sou a favor do direito à opção das mulheres pela interrupção da gravidez nos casos já previstos na legislação (fetos anencéfalos, risco de morte para a gestante, gestação resultante de estupro), mas sou contra o direito indiscriminado ao aborto;
+ Sou a favor da convivência harmônica e respeitosa entre todas as pessoas. Por isso, empenho-me para respeitá-las e busco praticar a tolerância. Logo, sou a favor de que todas as opiniões e crenças devem ser respeitadas e de que nem cristãos, nem crentes de qualquer outra fé (inclusive ateus, que têm a fé de que Deus não existe) tentem impor seu credo ou sua opinião ao restante da humanidade.
+ Mas também sou a favor de que ninguém se julgue no direito de ofender (ou considerar desprovida de inteligência) qualquer pessoa, em razão de sua fé.

+ Sou um ser humano. Sou inteligente. Sou cristão.

Um comentário:

  1. Maravilhosamente humano, consciente e digno de respeito! Você é um SER com muito para ser admirado e preservado, alguém em extinção, pois são poucos HUMANOS que em sua relação interpessoal consegue olhar, entender, perceber e dignificar a espécie consciente, com maturidade que nos difere dos animais! Parabéns Marco

    ResponderExcluir